terça-feira, 31 de março de 2009

A crise dos 45


Venho agradecer a todas/os que me têm visitado, sei que não tenho respondido e provavelmente não vou colocar posts tão depressa, pois desde este último domingo que a minha vida sofreu uma reviravolta tal que só consigo pensar em como tornar a pô-la de pé. E tudo começou com a conversa do "tenho 45 anos, preciso de mais qualquer coisa na minha vida, o meu pai morreu com 54 e eu não sei se lá chego blá, blá, blá... Por esta altura eu acho que já não ouvia, só conseguia pensar em "estupidez", "egoísmo" e "as minhas meninas". Enfim ando a tentar não cair na depressão que já me vinha visitando há 9 anos e tentar sorrir para as meninas, aparentemente a época é má até para ir ao médico, pois está tudo de férias. Tentarei aparecer ou pelo menos visitar os vossos blogs, mesmo quando não comentar, passarei por lá. Bjs e até um dia destes.

12 comentários:

Cenourita disse...

Oh Just Me... vamos lá a ter força moça! Todo nós temos alturas más e outras piores ainda mas, a falta de esperança é nossa inimiga. Para o que ser e vier, sabes onde estou não sabes???

Beijocas e que tudo melhore bem depressa!

justme disse...

Pois é Cenourita, olha estou a precisar daquela informação que pedi à Titó, podes pedir-lhe que ela me diga qualquer coisa, mesmo que eu não possa vir ao messenger, ela que me envie um mail, por favor. Bjs

Abóbora Amarelinha disse...

Por favor Justme, não nos abandones, não nos deixes sem saber de ti, agora senti uma enorme incapacidade de te ajudar, todas nós passamos por más alturas como diz a cenourita, mas para tuda há solução, não te isoles, fala connosco, estamos aqui de coração aberto.
beijinhos

Gatapininha disse...

Nem sei o que dizer :(
Também tenho andado em baixo, pois a minha mamografia não está bem:( Tenho consulta na 5ª à noite.
Ainda passo por ai esta semana.
Força!
Jokas grandes

ameixa seca disse...

Justme, todos nós temos alturas em que questionamos a nossa vida, em que nada parece bater certo, mas não é verdade. Temos que pensar em tudo de bom que temos e em tudo que ainda podemos fazer! Não te vás abaixo, pensa nas coisas boas e nas pessoas que tens do teu lado... nós torcemos por ti! Tudo vai dar certo :)

May Alek disse...

Nada disso! Um ou dois dias de deprê, ainda vai, mas ausentar-se do blogue! Nada disso, vamos reagir!
Que tal olhar-se no espelho e começar a rir, devagarinho, vai aumentando o riso, até explodir numa sonora gargalhada?
Falando sério, querida, rir é um ótimo remédio. Os médicos também dizem que estou em depressão, mas temos de dar a volta por cima!
Pode usar o blogue como válvula de escape, estamos aqui para dar força!
Beijo carinhoso.

Abóbora Amarelinha disse...

Justme, se estiveres ai não vás sem dizer qualquer coisa, se preferires escrever, sem que te digam nada, diz-nos que nós simplesmente lemos e não comentamos, porque por vezes apetece falar, e não apetece ouvir.
e quanto mais problemas temos, mais achamos que toda a gente é feliz menos nós, olha á tua volta e separa quem te quer bem, e precisa de ti e quem te quer mal e vive bem sem ti.
Quem ganha?
beijinhos

Cláudia M. disse...

Olá menina. Nem sei o que dizer mais, faço minhas as palavras das amiguinhas que já por aqui passaram.
Espero que esse desânimo passe depressa, e vai desabafando, que faz bem.
No que eu puder ajudar, estou à disposição.
Beijinhos

TiTó disse...

Força Just me, não te deizes ir abaixo.
Olha desculpa mas tenho andado em frequências e por isso ainda não tive oportunidade para falar contigo no messenger. Mas amanha já posso, ok? desculpa. E Força, não desanimes :)

Bjs carinhosos *titó*

justme disse...

Obrigada a todas pela preocupação e pelo carinho: além das minhas filhotas que são ao mesmo tempo a minha força e a razão do meu desespero, tem sido o vosso carinho, as vossas palavras que me têm aguentado. Titó, não te preocupes, querida, eu sei que esta altura de frequências não é nada fácil, especialmente quando se trabalha( foi assim que terminei a licenciatura e já tinha a Sofia), por isso quando puderes conversamos, Beijinhos a todas.

Keli disse...

Querida, não deixa esse trem te seguir não, pega outro rumo, põe prazer na tua vida minha querida... precisamos de você feliz para nos alegrar em suas visitas... Um beijo no seu coração e muita força, Keli.

Cláudia M. disse...

Miga justme, espero que já estejas mais animadinha. Pelo menos que consigas ver aquela luz que nos dá esperança em melhores dias.

Bjs e Boa Páscoa.